Poemas, poesia e pipas


Cultura de Rua





                       A pipa e o vento                       

Que combinação perfeita
teria no mundo algo que
representase tão bem a 
liberdade.

A liberdade de voar e 
ir longe, tão longe quanto 
os pensamentos.

Pensamento esse que remete ao passado
no tempo em que soltar pipa não era mal visto
o tempo de outrora, crianças descalças
pelas ruas, se divertindo com suas pipas.
Que alegria.








Passa por mim desapercebida uma linha
não demora muito a pego, e olho pra cima
me deparo com uma bela pipa colorida
naquele momento o tempo parou e
voltei ao passado, lembrei-me de como era bom






soltar pipa na laje.. A como eu me divertia.
Soltei a linha, me desprendi das memórias e 
voltei pro escritório. 
Com um sorriso à mostra.










Teria aquele adulto se esquecido
de como era bom soltar pipa,
teria ele perdido as memorias,
ocupado com os afazeres do dia.
Rezo pra que um dia as memorias
retornem e com elas a alegria de soltar pipa.










No meu aniversario só quero um presente
 simples, feito de papel fino, cola, vareta e linha.
Você adivinha?



Autor: Marcio M



Letras livres para juntar!



Nenhum comentário: